• General Search
  • Companies
  • Blogs
processing

Canção de Coimbra: Cultores e Repertórios

Canção de Coimbra: Cultores e Repertórios
CdP_TdA_V1_TCMC_600x400_1
Canção de Coimbra: Cultores e Repertórios
A Câmara Municipal de Coimbra realiza um ciclo de palestras à volta do tema “Canção de Coimbra: Cultores e Repertórios”, no Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra. O evento estender-se-á até ao mês de outubro.

Descrição

A Câmara Municipal de Coimbra realiza um ciclo de palestras à volta do tema “Canção de Coimbra: Cultores e Repertórios”, no Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra, que funciona na Torre de Anto. O evento estender-se-á até ao mês de outubro, com o intuito de promover as diferentes temáticas exploradas naquele núcleo, inaugurado a 4 de julho de 2015.

“A recuperação da Balada por José Afonso” é o tema da terceira sessão do ciclo de palestras “Canção de Coimbra: Cultores e Repertórios”, uma organização da Câmara Municipal de Coimbra que decorre, mensalmente, no Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra – Torre de Anto (à Rua de Sobre Ripas). No próximo sábado, dia 16 de abril, às 15h00, a conferência estará a cargo de José Manuel Beato, cultor da Canção de Coimbra.

SINOPSE, por José Beato: No alvor dos anos 60 do séc. XX, José Afonso (1929-1987) deu origem ao segundo movimento regenerador da Canção de Coimbra. Mesmo sem pretensão programática e num grande despojamento estético, impulsionou o que veio a ser conhecido como o “Movimento da Trova e da Balada”. Neste movimento, a superação do maneirismo neo-romântico tradicional, bem como a assunção de uma intencionalidade contestatária e militante, marcaram a forma e o conteúdo das baladas de José Afonso e das trovas de Adriano Correia de Oliveira.

As canções de José Afonso, em cuja emotividade poética, originalidade melódica e singularidade rítmica se cruzam inquietação social, surrealismo popular, lirismo amoroso e utopismo libertário, tiveram impacto não apenas no renovamento do canto académico de Coimbra, mas no processo mais amplo de regeneração da Música Popular Portuguesa.

O contexto temático em que se insere a comunicação de José Manuel Beato levá-lo-á a explorar, também, o significado da gravação, em 1962, das primeiras baladas da autoria de José Afonso – Minha Mãe e Balada de Aleixo –, acompanhado à viola por José Niza e Durval Moreirinhas.

A entrada é livre.

Localização da Torre de Anto: Rua de Sobre Ripas (Centro histórico, nas imediações das escadas do Quebra Costas / Casa da Escrita)